terça-feira, 14 de abril de 2009

NA ESTRADA DA VIDA...


NA ESTRADA DA VIDA...
Teresa Cordioli

Corri por entre Ruas e Alamedas
Cruzei esquinas, fugindo do teu olhar perturbador,
E me perdi nas veredas das emoções
Deixando para traz:
- Teus carinhos, teus abraços,
E tuas palavras...

E na corrida da estrada da vida,
Perdi meus passos e não vi meus rastros,
Fiquei só, chorei e sorri!
Atravessei pontes,
Cruzei fronteira, pulei em precipícios,
Fechei os olhos diante do perigo,
Estava eu tão só...

Só o vento batia em meus cabelos
Que se molhavam com a chuva de minhas lágrimas,
Minha única companhia, eram os pássaros,
Que em seus vôos perdiam suas penas ao vento
E cantavam enquanto eu chorava.
Parei para pensar, porque eu estava
Tão só...

Lembrei-me do teu olhar...Ah o teu olhar!!!
Teus beijos, Teu cheiro, tudo ficou lá,
Ficaran lá na esquina.
O teu olhar desnudava meu corpo
Que pedia socorro,
Mas ninguém o ouvia
Meu grito se perdia num grande eco.

Nessa hora adormeci e nos meus sonhos,
Derramei nas folhas secas, a minha saudade,
Foi uma espera de muita dor,
Porque se eu voltasse, ah se eu voltasse
Saberia que não estaria a me esperar...

Pássaro cante, cante, cante para eu te ouvir.
Quero ouvir teu canto,
Nesta espera do nada...
Pássaro voe, voe, voe bem alto e diga a ele:
“Ela ainda te ama”


Foi o primeiro poema que coloquei na net...

..

Um comentário:

tonkelvin disse...

UAUUUUUUUU
VOEI COM O
PÁSSARO
COMO FIZ COM O QUINTO ELEMENTO
MUITO BONITO
PARABÉNS
BEIJOS