segunda-feira, 6 de maio de 2013

SAUDADE TANTA...



SAUDADE TANTA
Teresa Cordioli



Ah, min’alma solitária
que de sofrer se tornou pequena
a saudade tanta a fez revoar
pelos caminhos do passado
onde minh’alma era grande e serena...
Hoje onde mora,
não tem quem tem os olhos verdes
Nem quem tem a pele morena...
só tem eu, minh’alma
e uma foto
a qual, minha dor amena...



Um comentário:

Solange disse...

há momentos na vida, que nós nos bastamos..

bjs.Sol

saudade daqui..