domingo, 21 de março de 2010

Vazia de Mim...


VAZIA DE MIM...

Teresa Cordioli.

Todas as vezes que eu estou assim, vazia de mim,
Minha’lma fica calada, fechada, em silencio interno.
Meu corpo não reage e minha inspiração faz motim
Calando os meus versos, faz-me caminhar a ermo.

Não se sinta culpado meu amor, por eu estar assim
A culpa é minha, ingênua acreditei em amor eterno
Sofri ao descobrir que o nosso amor chegou ao fim
Não me desesperei, no astral esse foi meu inferno


Se foi o teu silencio que fez calar em mim os versos
De hoje em diante farei tudo diferente, farei inverso
Vou escrever, criar rimas, sem tê-lo aqui por perto...


Não será o coadjuvante, nem será o protagonista
No palco de minha vida irão atuar outros artistas
Convidados a ocupar os vazios que em mim exista...

11 comentários:

Solange disse...

gostei muito do que vc escreveu..
talvez eu tenha que começar a preencher meus espaços vazios..
talvez..

Silvana Fabbri disse...

Teresa, sabe aquele selinho que eu te mandei há um tempo atrás??
Agora eu tenho um selinho só meu ...rsssss, vá até o meu mundinho e pegue o seu para trocá-lo pelo antigo.
Beijokas mil
http://meumundocordeabobora.blogspot.com

Sonia Schmorantz disse...

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. 
Nem tão longe e nem tão perto. 
Na medida mais precisa que eu puder. 
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida, 
Da maneira mais discreta que eu souber. 
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. 
Sem forçar tua vontade. 
Sem falar, quando for hora de calar. 
E sem calar, quando for hora de falar. 
Nem ausente, nem presente por demais. 
Simplesmente, calmamente, ser-te paz. 
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender! 
E por isso eu te suplico paciência. 
Vou encher este teu rosto de lembranças, 
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...
Fernando Pessoa

Um domingo de paz e amor junto aos seus!
abraço

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que bonito...

mundo azul disse...

_______________________________


Dou-te o silêncio e o meu carinho, amiga...

Belos e tristes versos, Teresa!


Beijos de luz e o meu carinho!!!


__________________________________

Amélie™ disse...

Fique bem. Esvazie-se para voltar plena.
Lindo texto... também tenho essa necessidade: um amigo, um colo.
Bjs.

Rafaela disse...

É só sucesso esse site!!!
Vc merece...suas palavras sao demais de lindas!!
Amooooooooooooo

Efigênia Coutinho disse...

Teresa Cordioli

Todas as vezes que eu estou assim, vazia de mim,
Minha’lma fica calada, fechada, em silencio interno.
Meu corpo não reage e minha inspiração faz motim


Como voc6e escreveu bonito, que belo momento poético leio seu,
PARABÉNS!

Efigênia Coutinho

Rafaela disse...

Nao canso de ler este tb!!!
Muito lindo...
Amoooooooooooooo vc!!

Natália Firmo disse...

São exatamente nesses momentos, que percebemos o quanto ainda temos pra doar...que assumir o vazio é a vontade de se aproximar...

...e só que tem o desejo de se aproximar, ainda pode oferecer algo, mesmo pensando que só tenha dor.


Blogbeijooos!

Iza.Freeliz disse...

Teresa,adorei o Blog...algumas se encaixam naquilo que estou sentindo, Vazia de Mim, afffe...
Adorei..beijos em seu coração