quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

ENQUANTO DURAR


ENQUANTO DURAR
Teresa Cordioli

Como dois pássaros que voam em sintonia
Segui teus passos, lado a lado em silêncio
Para não alçar voo como pássaro arredio
Permitindo-me ser a tua eterna companhia.

Construir esse amor foi meu maior desafio
De verso em verso eu te amei em poesia
Onde em sonhos e vôos imaginários te ouvia
Alimentando o ego preenchendo meu vazio.

Hoje, teu amor me deu asas, aprendi a voar
Vivo a realidade, não necessito mais sonhar
Em cada manhã em teu peito irei acordar.

Meu amor, por esse dia eu soube esperar
Com paciência EU SÓ SOUBE TE AMAR...
Que nosso amor seja eterno, enquanto durar*
----------------------------------------------
*Que o amor seja eterno enquanto durar (Vinicius de Moraes"

6 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Decididamente...belíssimo poema!
beijos

Sissa disse...

Sem palavras para expressar a beleza do seu blog, maravilhoso...
Passaria horas aqui lendo esse poemas lindos... Parabéns! Beijos com carinho...

Tereza disse...

Cara Teresa

Seus poemas são belos!

Estou retomando meu bog que abandonei por uns tempos. Por essa razão, somente hoje leio seu comentário. Que grata surpresa! Temos o mesmo nome, a mesma historia de infância marcada pela pobreza e trabalho. Chegar ao Doutorado foi uma batalha imensurável. Fiquei encantada com sua historia de vida, seu talento e sensibilidade para vida.

Obrigada.
Abs

Tereza

Anne Lieri disse...

Tereza,que bela sua poesia!Um amor intenso e verdadeiro!Bjs,

brenosto disse...

amiga, que saudade!!!!
estou passando pra dizer que vc é muito importante pra mim...que nunca jamais vai diminuir o carinho e a admiração que tenho por vc!!! um grande beijo!!!

luiza disse...

Parabéns Teresa,visitei seu Blogger e amei seus poemas.Continue assim escrevendo palavras que tocam o coração. Também gosto de escrever sobre meus sentimentos.
Abraços e minha admiração.