quinta-feira, 1 de outubro de 2009

E daí, estou há 1.000 km do Rio Itají...


E daí, estou ha 1.000 km do Rio Itají...
Teresa Cordioli

Hoje me contaram que lá fora
Está caindo uma chuva muito forte
que os ventos derrubaram escola.
A pessoa falava, eu não entendia,
Ela chorava, eu só ouvia...
Fiquei pensando:
- E daí?
Como alguém pode chorar
Só porque está chovendo
Tão distante daqui?...

Olhei pela janela e sorri,
Vi uma chuva fina e silenciosa,
Que molhava a terra
Enquanto uma gota escorria
na pétala da rosa...

Fiquei pensando:
- E daí?
Aqui não está frio, nem calor
As chuvas que caem,
Regulam a temperatura,
O arco íris no céu
Parece pintura.
O sol se pondo
E eu aguardando a noite
Para dormir sob o barulho
De uma chuva de verão,
Sem raios e sem trovoes.

Ah, essa pessoa do meu lado
Continua a chorar
Só fala na chuva do lado de lá,
Continuo a pensar:
- E daí?
Eu moro aqui,
Tenho água, comida,
Cama seca e cobertor.
Meus filhos, já chegaram da escola...
Uns fazem lição,
Outros jogam bola...
Meu forno está cheio de pão...
Chego na porta
Chamo para o banho
Peço que limpem os pés
Deixando a areia do lado de fora...
(não gosto de sujeira)
E vamos botar o pijama
Depois filar a bóia...

Ouço soluço cada vez mais alto,
É a pessoa
Clamando ao Pai
Em tom alto!
Pedindo para cessar a chuva,
e o furacão...
Dizendo: - Senhor divida o pão,
Cubra quem está com frio
E seque o chão!

Insiste meu pensamento:
- E daí?
É tão romântico andar
Na chuva,
Parece que a pessoa esqueceu
Estamos aqui
há 1.000 km. do Rio Itajaí...

Diante das catástrofes que esta abalando o lindo e aconchegante Estado de Santa Catarina.
Vamos nos mobilizar para ajudar esse povo que nos acolhe com tanto carinho...
Não podemos nos calar e achar que não temos nada com isso, existem contas bancárias e pontos de arrecadações. Mão a obra leitores...

Um comentário:

daufen bach. disse...

Olá Tereza,
conhecendo teu espaço, lendo-te.
sempre achei os sonetos a expressão máxima da poesia... este teu está explêndido.

parabéns pela beleza estética e pela qualidade de teus versos. tudo muito bonito aqui.

abraço terno a ti